notícias

Governo Temer pode ter fim antecipado.

Governo Temer pode ter fim antecipado.

18

maio

O presidente Michel Temer foi gravado pelo dono da JBS, Joesley Batista, em conversa na qual teria dado aval para a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A grave acusação abalou o governo. 

Revelada pelo pelos jornalistas Lauro Jardim e Guilherme Amado, do O Globo, inclusive com a frase que teria sido dito pelo presidente sobre os pagamentos a Cunha  – “Tem de manter isso, viu?” – a informação gerou chamadas nas primeiras páginas sobre uma eventual renúncia e eleições indiretas.

A Constituição prevê eleições diretas porque já se passaram mais de 2 anos de mandato da chapa eleita em 2014. Em caso de renúncia, impeachment ou ação no Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Câmara pode assumir e deve convocar eleições indiretas.

Temer ainda teria indicado a Joesley o deputado Rocha Loures para resolver um assunto da JBS. "O país na incerteza”, diz o O Globo na manchete. "Áudio de conversa de Temer empresário encurrala governo”, sublinha a Folha. "Temer deu aval a compra de silêncio de Cunha, acusa JBS", informa o Estado de S.Paulo.

Além da questão envolvendo Temer, o senador Aécio Neves (PSDB), um dos seus principais aliados, foi gravado pedindo R$ 2 milhões a Joesley Batista, segundo o executivo teria dito em delação. O dinheiro foi entregue a seu primo, em ação filmada pela Polícia Federal.

visitante

3 4 9 5 4

envie seu comentário...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar

peça seu som...

Opps! preencha corretamente os dados

enviar